Ataques a carros-fortes no Brasil aumentaram 81%

Pesquisa indica que Minas Gerais lidera o ranking dos assaltos. O Distrito Federal não registrou esse tipo de ocorrência

Os ataques de bandidos a carros-fortes no país aumentaram 81% neste ano em comparação ao ano passado. Essa modalidade de crime saltou de 27 para 49 ocorrências de 2016 para 2017. É o que indica a Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos e Carros-fortes, realizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores de Segurança Privada (Contrasp), Federação dos Vigilantes do Paraná e SindVigilantes Curitiba.

São Paulo lidera o ranking com 11 ataques, seguido por Pernambuco (7), Bahia (6), Paraná (6), Paraíba (4) e Rio Grande do Norte (4). O Distrito Federal não registrou esse tipo de ocorrência.

MAIS SOBRE O ASSUNTO

Brasil é o País mais perigoso do mundo para transporte de valor

Polícia Militar prende quadrilha que explodia carros-fortes

De acordo com o levantamento, foram registrados 88 ataques a bancos no primeiro semestre deste ano. Diferentemente dos assaltos a carros-fortes, as investidas de bandidos a bancos diminuiu 14% em relação a 2016.

O estado de Minas Gerais, com 164 ocorrências, lidera a lista. São Paulo (131), Rio Grande do Sul (76), Paraná (74) e Rio de Janeiro (55) vêm em seguida. O Distrito Federal teve cinco registros.

“Os criminosos seguem o rastro do dinheiro. Estão migrando para os ataques a carros-fortes, que transportam grandes quantias de valores, mas cujos vigilantes portam armamentos incompatíveis, insuficientes frente ao poder bélico dos bandidos”, reclama João Soares, presidente da Contrasp.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *