Contrasp inicia rodada de conversa com os presidenciáveis para inclusão da segurança privada nos planos de governos e futuras melhorias para a categoria

O diálogo com todos, independentemente de ideologia, é necessário para o bom desempenho da democracia. Sob essa premissa e intencionando o melhor para a segurança privada do Brasil, a CONTRASP iniciou na última semana, a primeira rodada de conversa com os presidenciáveis.

A diretoria da CONTRASP foi recebida pelo ex-Presidente LULA e durante o encontro em São Paulo, explicou a importância da segurança privada no Brasil que funciona como um braço da segurança pública, demonstrando que a segurança privada precisa constar no plano de governo e futuras ações de governo, visto que o quantitativo dos trabalhadores supera em quase o dobro os da segurança pública.

Segundo a polícia federal, somos 703 mil trabalhadores na ativa e esse quantitativo, demonstra por si só, a necessidade de um olhar generoso para a nossa categoria.

Em uma conversa de mais de duas horas, o presidenciável Lula, demonstrou profundo interesse pela categoria e se comprometeu a analisar nossa proposta e encaminhar da melhor forma possível as nossas solicitações. Deixando, pré-agendado novos encontros, para entender e atender melhor as nossas reivindicações.

O diálogo vai continuar com todos os presidenciáveis que queiram nos receber. Somos vigilantes e nossa categoria tem que ser reconhecida não só no plano de governo, mas de fato, com ações, e não apenas com promessas que nunca foram cumpridas em que os vigilantes ficaram à deriva, como nos últimos anos, onde nossa essencialidade só foi reconhecida no papel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *